domingo, 28 de fevereiro de 2016

Plano de Curso: História da África (atualizado em Agosto de 2016)

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
INSTITUTO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS
DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA
Disciplina:  História da África
Docente: Washington Santos Nascimento
Blog: africauerj.blogspot.com.br



EMENTA

A Historiografia sobre a África. As ações européias em África e a resistência africana. A Colonização: métodos, instituições e repercussões sociais. A África e as Guerras Mundiais.  O movimento de Descolonização. O Estado e a Sociedade no Pós-Colonial Africano. A questão da unidade africana e a O.U.A. A explosão demográfica, a questão da fome, da saúde e dos refugiados. África e a cultura: religiões, educação, artes e literatura. As Relações entre tradição e modernização. Os hibridismos culturais.

OBJETIVO GERAL

Traçar um amplo panorama da história da África oferecendo ao discente o debate dos temas básicos para o entendimento da história do continente.

Objetivos específicos
·         Fazer uma análise sobre os Yorubás e Bantos, povos fundamentais para a formação do povo brasileiro.
·         Entender o continente de finais do século XIX até o século XX a partir de três eixos básicos: colonialismo, resistências e independências
·         Perceber as resistências dos africanos a presença europeia enquanto um processo ininterrupto, complexo e dinâmico.
·         Analisar o pós independência a partir do direito a autodeterminação dos povos africanos.


CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

UNIDADE I

I - Questões teórico-metodológicas:
1.1 - O roubo da História e a construção de uma história africana

II - África Antiga e pré-colonial
2.1 -Povos Yorubás
2.2 - O Reino do Congo e os falantes do Kimbundu

III. Escravidão na África, Tráfico negreiro e redes de comércio.

IV. O Imperialismo e a partilha da África


UNIDADE II

V - África colonial
5.1 - Estudo de Caso: o Colonialismo português em Angola

VI - Os movimentos de resistência ao colonialismo europeu.
6.1 - Pan-africanismo e negritude e nacionalismo

VII - Os processos de independência
As “transições negociadas” e as “transições violentas”

VIII - O Pós-independência: do “afro-pessimismo” ao “renascimento africano”.


PROGRAMAÇÃO E BIBLIOGRAFIA

HÁ LINKS EM ALGUNS DOS TEXTOS

Semana 1 : O roubo da História e a construção de uma história africana

GOODY, Jack. O Roubo da História. Como os Europeus se Apropriaram das Ideias e Invenções do Oriente. São Paulo, Contexto, 2008 (Introdução e Parte I)



Semana 2: Povos Yorubás



LEITE, Fábio. Os deuses In: LEITE, Fabio. A questão ancestral. África Negra. São Paulo: Palas Athenas: Casa das Áfricas, 2008

Semana 3: O Reino do Congo e os falantes do Kimbundu




Semana 4 e 5: Escravidão na África, Tráfico negreiro e redes de comércio.

HENRIQUES, Isabel Castro. Reflexões sobre o “escravo” africano In: HENRIQUES, Isabel Castro. O pássaro do mel. Estudos de. História Africana - Edições Colibri, 2003

THORNTON, John K. “O processo de escravidão e o comércio de escravos”. In: THORNTON, John K. A África e os africanos na formação do mundo Atlântico (1400-1800). Rio de Janeiro: Campus, 2004


Semana 6: O Imperialismo e a partilha da África

HERNANDEZ, Leila Maria G.L. A África na Sala de Aula: uma visita à história contemporânea. São Paulo: Selo Negro, 2005. (Capítulo 2: O Processo de “Roedura” do Continente e a Conferência de Berlim), pp.45-69.

ACHEBE, Chinua. O Mundo se despedaça. Traduzido por Vera Queiroz da Costa e Silva. São Paulo: Companhia das Letras, 2009. (Cap 16, 17 e 22)


Avaliação 1

Semana 7: África colonial

COOPER, Frederick.Conflito e Conexão: Repensando a História Colonial na África. In: Anos 90.Revista de Pós-Graduação em História. Trad. Doris Vetton Rosa. UniversidadeFederal do Rio Grande do Sul. vol. 15, número 27, 2008.

M’BOKOLO, Elikia. Administração colonial: contradições e coerências In: M’BOKOLO, Elikia – África negra. História e civilizações. Tomo II. 2ª Edição, Lisboa, 2012.


Semana 8 e 9: Estudo de Caso: o Colonialismo português em Angola

CONCEIÇÃO NETO, Maria. "Breve Introdução histórica". In: MEDINA, Maria do Carmo: Processos políticos da luta pela independência. Luanda: Faculdade de Direito UAN 2003: pp. 15-30
. ______. Angola no Século XX (até 1974). In: ALEXANDRE, Valentim. O Império Africano (séculos XIX e XX). Lisboa: Edições Colibri, 2000. 175-195. 


NASCIMENTO, Washington Santos. Homens e mulheres do mato em uma cidade segregada (Luanda, 1940-1960). (No prelo)


Semana 10: Os movimentos de resistência ao colonialismo europeu.

M’BOKOLO, Elikia. Capítulo VI. Os caminhos da emancipação In: M’BOKOLO, Elikia. África negra. História e civilizações. Tomo II. 2ª Edição, Lisboa, 2012.

RANGER, Terence. Iniciativas e resistência africanas em face da partilha e da conquista. IN: BOAHEN, Albert Adu (editor). História Geral da África. Brasília: UNESCO, 2010.


Semana 11 e 12 : Pan-africanismo, negritude e nacionalismo

HERNANDEZ, Leila Leite. O pan-africanismo In: HERNANDEZ, Leila leite. África na sala de aula: visita à história contemporânea. São Paulo, Selo Negro. 2008.




Semana 13: Os caminhos para a independência

VIEIRA, José Luandino. A vida verdadeira de Domingos Xavier. São Paulo: Ática, 1977.


Semana 14: As independências:  “transições negociadas” e as “transições violentas”

HERNANDEZ, Leila. A África na sala de aula. Visita à História Contemporânea. São Paulo: Selo Negro, 2008. (“A predominância da transformação pacífica: Gana, Nigéria, Gâmbia e Serra Leoa” e “A desagregação do império francês e o ambiente histórico”).

HERNANDEZ, Leila. A África na sala de aula. Visita à História Contemporânea. São Paulo: Selo Negro, 2008. (“O impulso revolucionário na África setentrional”, “A falsa reciprocidade e os processos revolucionários” e “O sistema colonial em questão”).

Semana 15: O Pós-independência: do “afro-pessimismo” ao “renascimento africano”.




CRITÉRIOS AVALIATIVOS

Avaliação 1: Prova

Avaliação 2: Artigo de um livro de literatura africana em diálogo com pelo menos 3 textos da disciplina (independentemente da semana)

* O discente deve demonstrar a capacidade de análise dos processos históricos e das dinâmicas sociais analisadas na disciplina relacionando-os com o livro escolhido.

Nas duas avaliações é preciso fazer uso das normas da ABNT

Trabalhos individuais ou em dupla.

Nenhum comentário:

Postar um comentário